segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O Dogma da IMACULADA CONCEPÇÃO não tem o apoio das ESCRITURAS

IMACULADA CONCEPÇÃO parte II

Alem disso, a morte corporal é o castigo do pecado.  Se Adão e Eva não tivessem pecado, nem eles nem sua descendência teriam morrido. Maria concebida, nascida e vivendo sem pecado, portanto, não deveria morrer.Mas ela morreu porque, como todos os seres humanos, pecou em Adão. Cristo não morreu porque pecou, sabemos que ele morreu pelos pecados dos homens.
Em apoio a sua doutrina, os romanistas citam o texto de GÉNESIS 3.15:

" Eu porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua posteridade, e a sua dela. Ela te pisará a cabeça e tu aarmarás traições ao seu calcanhar."

Essa é a tradução da Vulgata, e percebemos que os católicos romanos, os tradutores romanistas, para apoiar os seus pretendidos dogmas, não vacilam em pôr na SANTA BÍBLIA palavras para obrigarem a dizer coisas que nunca disse.
O pronome "ela" que lemos na Vulgata e que os católicos romanos dizem referir-se à mulher, no original hebraico não se refere à mulher, e sim à sua semente, que é CRISTO.