terça-feira, 27 de julho de 2010

FÉ TEÓRICA E FÉ SALVADORA




FÉ TEÓRICA E FÉ SALVADORA


A Bíblia apresenta duas espécies de fé: teórica ou intelectual, que geralmente chamamos de crença, e a fé salvadora.
A fé teórica, obviamente, não é a fé salvadora. O individuo pode ter uma boa crença e permanecer mau. Mas os elementos dessa fé estão incluídos na fé salvadora, e sem eles o arrependimento e a fé justificadora serão impossíveis.
A simples crença nos fatos e nas doutrinas cristãs não é suficientes para salvar nossa alma. Essa simples crença não é melhor que a dos demônios. Todos os demônios crê-em e sabem que JESUS é o Cristo. Eles sabem que JESUS há de vir um dia julgar o mundo e lança-los nos tormentos do inferno. É lamentável que nesse ponto alguns que se chaman cristãos tenham menos fé que o diabo. Alguns até duvidam da realidade do inferno e da eternidade dos castigos. Entre os demônios não há, porém, incredulidade: “Crêem e estremecem” TIAGO 2.19
Os demônios crêem não somente que há um DEUS sábio e poderoso, gracioso em recompensas e justo em punir, mas também que JESUS CRISTO é o filho de DEUS , o salvador do mundo. Assim, vemos um deles declarar: “Bem sei quem és: o Santo de DEUS” LUCAS 4.34
Esforcemo-nos para que a fé esteja tanto em nosso coração quanto em nossa mente.
Lutero diz que a vida cristã consiste de possessivos. Uma coisa é dizer que Cristo é o salvador, outra bem distinta é dizer que ele é meu salvador e meu senhor.A fé salvadora, segundo Paulo, é o meio pelo qual todo ser do crente – sua inteligencia, seu coração, sua vontade – entra em posse da salvação que a encarnação e a morte do filho de DEUS adquiriram para ele.É pela fé que se recebe a Cristo; só então ele passa a ser tudo para o homen e no homen.ele traz vida divina à natureza humana,e o ser humano assim renovado, livre do poder do egoísmo e do pecado, adquire novas afeições e faz novas obras. A fé que não se apropria da salvação não tem valor algum: as fontes da nova vida são fechadas, e o cristianismo é destruído em suas bases.