sexta-feira, 25 de março de 2016

Um Coração Quebrantado

"Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus."
Salmos 51:17




Nenhum outro salmo expressa tão plenamente a experiência pela qual passa a alma que tenha sido guiada ao arrependimento, sua humilde confissão de pecado (v. 3,4 e 5); seu desejo intenso de ser perdoado pelos méritos do sangue de Cristo (v.7); sua ansiedade para que o Senhor lhe conceda um coração puro (v.10); sua vontade de oferecer, de render algo a Deus por todos os seus benefícios.
Disse o salmista que ele ensinará aos prevaricadores o caminho de Deus; disse que seus lábios, pela graça de Deus, se abrirão para proclamar os louvores de Deus; manifesta que oferecerá a Deus um espírito quebrantado e contrito (v. 16,17). Vem a dizer que, do mesmo modo que ofereceu — segundo os ritos mosaicos — numerosos cordeiros imolados, ou ações de graças a Deus, também agora oferecerá a Deus, como um cordeiro imolado, seu coração quebrantado. Cada um de vocês, que encontrou o mesmo perdão de Deus, que chegastes no passado à mesma resolução, a de oferecer a Deus um coração quebrantado, o qual novamente será grato fazer hoje.

Robert Murray M’Cheyne - O coração Quebrantado